cronica cronicas

Tudo Deus

Invocar o nome de Deus ou de outros santos para realizar um pedido faz parte dos hábitos humanos. Alguns pedidos inclusive estão implicitos num "se Deus quiser", outros em "Deus me ajude" e para fechar tudo, mandamos um "graças a Deus". Não falamos aqui dos pedidos de cura de doenças mas daqueles pequenos milagres que dependem da sorte, competência ou da interferência de alguém. Quando ouço pessoas querendo que Deus dê uma mãozinha para tão mínimas encomendas frente a dores e sofrimentos de outros que suplicam por um milagre, me pergunto o que acha disso tudo o nosso paciente Senhor.

Outro dia, vi uma mãe de uma candidata a modelo dizer que pediu a Deus aquela oportunidade para a filha e Deus a atendeu. Ela estava muito feliz mesmo. Isso é muito natural, pois se para Deus somos únicos, achamos mesmo que somos os únicos. Assim há quem peça a Deus para iluminar os pés de jogadores de seu time para que façam gols. Junte-se a este aqueles pedidos de uma ajudinha para conquistar um emprego, ser aprovado em algum concurso, ganhar algum prêmio ou dinheiro, ter sorte no amor, e até para chover ou não chover, dependendo do interesse. Políticos também pedem a Deus uma oportunidade de bons ventos para o sucesso de seus partidos. De vez em quando, Deus parece estar disposto a atender tais pedidos.

Muitas vezes ouvi de meus pais que para Deus nada é difícil. Difícil mesmo é a nossa parte, que exige que acendemos a fogueira da esperança com um pedido embebido em muita fé, especialmente se este requer um alto nível de complexidade. Aprendi ainda que apelar para outros santos também é recomendável. Na infância e adolescência colecionei muitos santinhos munida de minha fé. Li e aprendi sobre a vida de todos eles quando fui uma estudante de colégio de freiras. Desdobrei-me em atenção para com vários deles, São João Bosco, São Domingos Sávio e especialmente Santa Rosa de Lima que tinha meu nome. Naqueles tempos eu pedia a eles principalmente para tirar boas notas e passar de ano. De vez em quando ainda lhes mando meus apelos.

Seja como for, para os cristãos, Deus é maior que o mundo e sempre há um pouco Dele para cada um de nós. Usamos nossa parcela de atenção divina como bem queremos. Quem sabe, fazer pedidos pequenos é apenas uma forma de desejar um afago da mão de Deus pois quando já somos adultos, queremos mais de sua proteção. Já pedi tantas coisas e imagino que foi Ele que deu essa estrutura a minha vida mas sempre esperando pelo meu empenho. Continuo pedindo a realização de sonhos difíceis e ocorre-me nesse momento de pedir a Deus que faça de mim uma grande poeta e escritora. Seria esse um pedido muito complicado?

Página integrante da seção de Crônicas
© 2006 Rosa Clement (31/03/06)