crianca crianca

A Porta

Rosa Clement, © 2011

A porta permite
passar sem convite
quem lhe faz knock-knock
com som conhecido.
Ela até se fecha
quando chega o vento
sob um céu cinzento.

A porta é parada,
mas muito ocupada,
só que anda estranha
meio descascada
porque passa o tempo
recebendo gente
sem ter assistente.

Meu pai pinta a porta,
Ela não se importa,
e escuta calada
que está mais bonita.
Parece que fica
feliz colorida,
de bem com a vida.

A porta perdoa
tudo numa boa,
Ela sempre emperra
se alguém lhe empurra
mas se vem a bola
ela sabe chutar
e ficar no lugar.