crianca crianca

A Queda da Chuva

Rosa Clement, © 2014

A chuva corria tanto
que logo caiu no rio.
Trovejou, relampejou,
e todo mundo a ouviu.
Ela subiu a montanha,
bateu na porta fechada.
Todos sabiam quem era,
mas ninguém dizia nada.

Só o dia se importou
demonstrando simpatia,
estendendo a capa escura
enquanto a chuva caía.
Quando o bom vento soprou
o trovão parou na hora,
o relâmpago apagou
e a chuva foi embora.